RS registra protesto de caminhoneiros em rodovias federais

Os protestos dos caminhoneiros contra o aumento do óleo diesel tiveram início ainda nesse domingo. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) recebeu a primeira informação de queima de pneus às 18h30min, Pelo menos cinco pontos de rodovias federais registraram queima de pneus: dois trechos da BR 116, na altura do km 66, em Pelotas e no km 401, em Camaquã, os trabalhadores queimaram pneus às margens da estrada e não causaram bloqueio durante à noite. Já na BR 101, na altura do km 22, em Três Cachoeiras, a queima de pneus gerou um bloqueio da pista lateral. Em São Sepé, na altura do km 297,9, na BR 392 e na BR 158, na altura do km 263,8, em Júlio de Castilhos, a queima de pneus às margens das rodovias não causaram bloqueios.

Ainda na noite de domingo, por volta das 22h, a situação ficou complicada em Três Cachoeiras, no Litoral Norte. Conforme a PRF, os manifestantes chegavam a jogar pedras em caminhões para que os colegas de profissão se juntassem à mobilização.

A Associação dos Motoristas do Vale do Caí informou que os caminhoneiros devem fazer pelo menos quatro bloqueios na RS 122, na altura do km 16, durante a segunda-feira: a primeira parada será das 6h às 6h30min; a segunda das 9h às 9h30min; a terceira das 13h às 13h30min e a quarta e última das 17h30min às 18h.

Conforme a entidade, haverá bloqueio das vias em ambos os sentidos, em frente à empresa Supercol, viabilizando retorno para todos os lados.  A previsão é de que a segunda-feira seja movimentada em todo o Brasil com a paralisação nacional da categoria. A principal reivindicação é o aumento do diesel por parte da Petrobras. O movimento foi convocado pela Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam).(Fonte: Correio do Povo)

Comentários