Creluz

Traduzir Página

Vídeo You Tube

quinta-feira, 19 de abril de 2018

Justiça anula sentença contra homem que cravou facão na cabeça de cão

O morador do bairro Das Rosas, que foi acusado de ter cravado o facão na cabeça de um cachorro, em junho de 2016, pode ficar sem punição da Justiça.

 Isso porque, depois de ser identificado e processado, chegou a ser condenado. A pena de três meses e 17 dias de reclusão foi convertida para o pagamento de um salário-mínimo.

Porém, o acusado recorrer da decisão e o Tribunal de Justiça anulou a sentença. Para os juízes de 2º grau, o homem acusado de cometer o crime ambiental (maus tratos a animais) tem direito de fazer um acordo com a Justiça e não sofrer nenhum tipo de punição. Caberá ao Ministério Público propor a transação penal.

O cão sobreviveu ao ato de crueldade. (Fonte: O Diário da Encosta da Serra)

Nenhum comentário:

Postar um comentário