Creluz

Traduzir Página

sábado, 28 de abril de 2018

Coreia do Norte comemora cúpula que abre "nova era"

A Coreia do Norte felicitou-se neste sábado pela cúpula com a Coreia do Sul, saudando "um encontro histórico" que abre as portas para "uma nova era", depois que os líderes dos dois países se comprometeram a preservar a paz e a desnuclearizar a península. A cúpula entre o líder norte-coreano Kim Jong Un e o presidente sul-coreano Moon Jae-in, na Zona Desmilitarizada que separa as duas Coreias, foi "um encontro histórico que abre uma nova era para reconciliação e unidade, a paz e prosperidade", declarou a agência oficial norte-coreana KCNA. Esta cúpula "foi realizada graças ao amor iluminado do líder supremo (Kim Jong Un) pelo povo e sua vontade de autodeterminação", indicou a KCNA.

"Península não-nuclear"

A agência divulgou o texto completo da "Declaração de Panmunjom" assinada por Kim e Moon ao final da reunião. Este documento contém a seguinte frase: "A Coreia do Sul e a Coreia do Norte confirmam o objetivo comum de alcançar, mediante a desnuclearização total, uma península coreana não-nuclear". Durante anos, o regime de Pyongyang disse que nunca abandonaria as armas nucleares, que considera vital para proteger-se contra uma possível invasão americana. Mas agora propôs que o assunto seja objeto de negociações em troca de garantias de segurança, de acordo com Seul.

Kim, no entanto, não mencionou isso publicamente na cúpula de sexta-feira. Em um comunicado separado, KCNA informou que os dois líderes mantiveram "uma conversa franca e sincera" sobre questões como a "assegurar a paz na península coreana e a desnuclearização da península". O jornal Rodong Sinmun, órgão do partido único norte-coreano, dedicou neste sábado quatro de suas seis páginas à reunião, publicando 60 fotografias, 15 delas na capa.(Fonte: Correio do Povo)


Nenhum comentário:

Postar um comentário