Relação ioiô: vale a pena?

Já ouviu falar da relação ‘ioiô’? Você provavelmente conhece algum casal assim, aqueles que se especializam em terminar para sempre e voltar para ficar eternamente juntos (até a próxima separação). É o chamado casal ioiô, ou boomerang como alguns preferem chamar. O término até engana familiares e amigos e, principalmente, a eles mesmos, mas voltam! Ah, se voltam! Mais apaixonados do que nunca.

Mas por que isso acontece? Falta de amor não é! Então, o que será que acontece? Bom, eu arriscaria a dizer, com toda minha experiência na área de relacionamentos, que é o excesso de ego. Sim, um ego gigantesco que grita em alto e bom som que você tem muito a fazer e por isso não dá para ‘se amarrar’, não agora. Um exemplo disso é o famoso casal ‘Brumar’ (Bruna Marquezine e Neymar), não é mesmo?

Relação ioiô: vai ou volta, volta ou vai?
Sim, dá para contornar essa situação. Mas isso passa por um bom aprendizado antes, e esse aprendizado costuma acontecer com o sofrimento que o casal sente entre os intervalos de uma relação e outra. Porque quando estão sozinhos eles vivem a liberdade de continuar criando e trabalhando em seus projetos. Mas no fundo sentem aquela solidão impossível de ser extirpada porque sentem a ausência de quem se encontra distante, possivelmente vivendo o mesmo drama.

Boa vontade de ambas as partes e a visão correta sobre qual caminho seguir tendem a acabar com o vai e volta. Para isso é importante compreender que o amor que os une vale os ajustes para ficarem juntos, que nada é mais importante do que ‘aquele’ abraço carinhoso antes de adormecer ou do que aquele sorriso feliz ao acordar. É preciso ter consciência de que até mesmo os desacordos valem a pena serem vividos juntos.

Até porque ninguém disse que casal perfeito tem que concordar com tudo, não é mesmo? Discordar faz parte, bater o pé até que sua versão seja a vencedora (de vez em quando) acontece… Ir embora é que não faz parte, porque se ambos se amam, sabem bem o quanto é pior quando estão separados.

Se você está passando por uma situação assim, então, anote minhas dicas. Elas podem ajudar quem está  disposto a diminuir um pouco o tamanho do ego e partilhar mais desse amor lindo.

Ah, antes, guarde bem aí uma frase do escritor e poeta Ferreira Gullar: ‘Não quero ter razão. Quero é ser Feliz’. E você, que caminho vai escolher?(Fonte: MSN)

Comentários