Creluz

Traduzir Página

Vídeo You Tube

terça-feira, 9 de janeiro de 2018

Idoso é suspeito de ter abusado sexualmente de criança em Soledade - Caso aconteceu em fevereiro de 2017

O delegado de Soledade, Márcio Marodin, trouxe informações nesta segunda-feira, 8/01, sobre um caso que em fevereiro de 2017 gerou muita repercussão. A situação envolve a morte de uma criança de oito meses de idade que havia sido vítima de abuso sexual. Ela morreu no dia 14/02 em um Hospital de Passo Fundo.

Marodin revelou que inquérito policial sobre o fato foi encaminhado ao judiciário ainda quando a DP era comandada pelo delegado Guilherme Pacífico. Em seguida retornou à delegacia para complemento de informações e diligências. O procedimento de investigação, inclusive, contou com uma reconstituição, que foi realizada para apurar a circunstância da morte e não o estupro.

Já os exames comprovaram que a bebê foi abusada sexualmente. “A criança morreu em decorrência da asfixia que sofreu. Nos exames complementares foi atestado também o abuso sexual e com base em outros elementos probatórios identificamos um suspeito do delito de abuso sexual”, confirma.

Embora a identificação do suspeito, ele não foi preso. Devido a algumas circunstâncias foi necessário a realização de um exame psicológico para comprovar ou não a possibilidade de problemas mentais. “Com essa verificação teremos elementos necessários para responsabilizar essa pessoa de acordo com suas condições mentais”, explica Marodin.

Acerca a situação e as perguntas da sociedade sobre a elucidação do caso, o delegado lembrou que o trabalho da polícia se baseia em critérios técnicos, que não se submetem a expectativa imediata da sociedade. “Dentro de nossas responsabilidades damos as repostas aos casos que chegam até nós, com os devidos trâmites judiciais, como nesse grave episódio”, finalizou.

O indivíduo suspeito trata-se de um idoso que não é familiar da vítima. O caso agora tramita em segredo de justiça junto ao Poder Judiciário.

Relembro o caso:
O fato teria ocorrido na terça-feira, 7/2, por volta das 10h, no bairro Farroupilha, porém a ocorrência só chegou a conhecimento das autoridades policiais locais na manhã de quarta-feira (8).

Ficou constatado que a mãe deixou a bebê sozinha no carrinho por cerca de 10min. “Ao voltar, a menina estaria com a cabeça presa em uma espécie de bandeja que tem na frente do carrinho e com uma coloração roxa, aparentando asfixia”, relatou o delegado Marcos Vinícius Muniz Veloso, que atendeu o caso na época.

Ao ser encaminhada para o Hospital de Soledade, foi confirmada a asfixia e devido à gravidade do caso foi transferida para Passo Fundo. Lá foi constatado pelo médico que havia ferimentos anais, e em virtude disso foi chamado o Conselho Tutelar e realizado o registro da ocorrência na Delegacia de Polícia para a Criança e o Adolescente (DPCA).

Os vizinhos que auxiliaram no resgate comentam que a bebê não apresentava nenhum ferimento aparente, só não estava respirando. Relatam que não levou 10 minutos para chegar até o hospital, que o atendimento foi rápido, onde os médicos reanimaram a criança e encaminharam para Passo Fundo.

Segundo informações dos vizinhos, nunca foi percebido comportamento anormal na família, e que no momento do ocorrido o pai da criança estava trabalhando.(Fonte: ClicSoledade)

Nenhum comentário:

Postar um comentário