Creluz

Traduzir Página

Vídeo You Tube

sábado, 30 de setembro de 2017

"É uma questão de justiça social pagar quem recebe menos", diz Sartori

A negociação da dívida do Estado com a União, anunciada de Brasília na última quarta-feira (27), foi um dos temas do programa Governo e Comunidade desta semana. "Depois de muita mobilização política e inúmeras reuniões, chegamos a esta renegociação, que vai auxiliar no equilíbrio das contas públicas do Rio Grande do Sul", comemorou o governador José Ivo Sartori.

Na ocasião, também foram formalizadas as mudanças dos indexadores da dívida, do IGP-DI pelo IPCA, e feito um corte nos juros de 6% para 4% ao ano, que representa uma redução de R$ 22 bilhões no estoque da dívida projetada até 2028. "É um pré-requisito para os próximos passos que vamos dar nas negociações com a União para o Regime de Recuperação Fiscal", acrescentou.

Sartori também lembrou o anúncio feito na segunda-feira (25) sobre a folha de setembro, que priorizou o pagamento dos salários dos servidores que ganham menos. "É uma questão de justiça social, desde o começo dos parcelamentos pedi para que fosse encontrada uma forma de pagar quem recebe menos", disse.

O governador ainda explicou que só agora tomou essa medida, por causa de ações judiciais que o impediam. Após uma avaliação jurídica da Procuradoria-Geral do Estado, a prioridade para os funcionários que ganham menos foi estabelecida. Sartori falou que "o governador, o vice e os secretários, que também tinham seus salários parcelados, só vão receber depois que o último servidor tiver seus salários quitados".

Sartori fez um pedido aos professores para que "mantenham suas aulas normalmente, para que os alunos e suas famílias não sejam prejudicados ainda mais. Todos os salários estão quitados, no máximo até o 10º dia útil do mês".
Ainda sobre os salários, o governador destacou que o Executivo enviou "um projeto para a Assembleia Legislativa, com regime de urgência, pedindo justamente que, no caso de atraso de salário, sejam indenizados os servidores pelos dias atrasados, retroativamente, desde o primeiro parcelamento".


Com duração de cinco minutos, o programa Governo e Comunidade trata de temas que foram notícia durante a semana e dos principais assuntos envolvendo o Executivo. É gravado na Rádio Web Piratini e veiculado aos sábados por emissoras de rádio gaúchas. (Texto e edição: Secom)

Nenhum comentário:

Postar um comentário