Apenadas do Presídio de Cruz Alta confeccionam lençóis para Hospital do Município




Na última semana, cinco apenadas do regime fechado do Presídio Estadual de Cruz Alta confeccionaram 17 jogos de lençol, para o Hospital São Vicente de Paulo de Cruz Alta. Os materiais ficarão na área de internação dos pacientes acometidos pelo Coronavírus (COVID-19).

Para a produção das peças, o hospital recebeu, através de uma doação anônima, 30 metros de tecido e, em seguida, entrou em contato com a casa prisional pedindo ajuda para confecção das roupas de cama.
Após isso, cinco presas, que fizeram o curso de corte e costura no presídio, se disponibilizaram, de forma voluntária, para produzirem as peças em suas celas, no horário alternativo às oficinas prisionais que elas participam. Para tal ação, uma máquina de costura foi colocada em cada alojamento.
O diretor da unidade prisional, Frederico Alves, pontua que ações como esta são de extrema importância para a sociedade, tanto no quesito de auxiliar indiretamente a unidade de saúde no tratamento do vírus, bem como na inserção social das presas.

Comentários