Creluz

Traduzir Página

Vídeo You Tube

quinta-feira, 3 de outubro de 2019

Artefato arqueológico de 6 mil anos é encontrado em Iraí



Iraí segue sendo o palco de descobertas arqueológicas recentes no Estado. Depois da localização de um sepultamento indígena, em junho, no interior do município, agora foram localizados materiais que remontam a períodos ainda mais antigos. Nas últimas semanas, especialistas do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), localizaram um machado talhado em rocha, datado entre 5 e 6 mil anos antes do presente, nas proximidades do sítio arqueológico encontrado em junho.

A descoberta se deu nos mesmos dias quando os representantes do Iphan realizavam o salvamento arqueológico da urna funerária indígena situada no encontro das águas entre os rios da Várzea e Uruguai. Ao promoverem uma prospecção nas proximidades do sítio, isto é, uma varredura à procura de outras peças, eles encontraram o machado de pedra. Segundo o órgão, a peça pertence à tradição Humaitá, povo que habitou, dentre outros locais, a costa do Rio Uruguai desde 6 mil anos antes do presente, aproximadamente. Conforme pesquisas publicadas sobre a tradição Humaitá, o povo seria formado por caçadores, pescadores e coletores das florestas, e suas cultura material é encontrada em várias regiões além do Médio e Alto Uruguai, como o Alto Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Argentina e Paraguai. A ferramenta de pedra encontrada seria usada para corte de madeiras, carnes e demais itens.

Além do machado, foi localizada um projétil/ponta de flecha, produzida a partir de rocha. (Fonte: O Alto Uruguai)



Nenhum comentário:

Postar um comentário