Creluz

Traduzir Página

Vídeo You Tube

terça-feira, 10 de setembro de 2019

Com quatro premiações, UFRGS está entre as maiores ganhadoras do Prêmio Capes de Tese 2019


UFRGS conta com quatro teses entre as ganhadoras no Prêmio Capes de Tese 2019. Foram quatro pesquisadoras vencedoras: Cláudia Leites Luchese, na área Engenharias 2; Cláudia Daiane Garcia Molet, na área História; Beatriz Schmidt, da área Psicologia; e Ana Carina Nogueira Vasconcelos, da área Zootecnia/Recursos Pesqueiros. Entre as instituições, a UFRGS aparece como a segunda mais laureada – empatada com Unicamp e UFSC, que também tiveram quatro prêmios –, estando atrás apenas da Universidade de São Paulo (USP), que teve nove ganhadores. Além disso, a UFRGS recebeu mais sete menções honrosas.

Trabalhos premiados
A tese “Desenvolvimento de embalagens biodegradáveis a partir de amido contendo subprodutos provenientes do processamento de alimentos”, de Cláudia Leites Luchese, da Engenharia Química, foi orientada por Isabel Cristina Tessaro e Jordana Corralo Spada. O site UFRGS Ciência já publicou reportagem sobre essa pesquisa. Já Cláudia Daiane Garcia Molet foi premiada com uma tese intitulada. Ja Cláudia Daiane Garcia Molet foi premiada com uma tese intitulada “Parentescos, solidariedade e práticas culturais: estratégias de manutenção de um campesinato negro no Litoral Negro do Rio Grande do Sul”, em pesquisa que corresponde ao período do século XIX até o tempo presente. Ela foi orientada por Regina Weber.
Beatriz Schmidt, da área Psicologia, defendeu uma tese sobre coparentalidade, sob o título: “Coparenting across the transition to parenthood: qualitative evidence from South-Brazilian families” e foi orientada pelo docente César Augusto Piccinini, com coorientação de Giana Bitencourt Frizzo e Sarah J. Schoppe-Sullivan. Por fim, a pesquisadora Ana Carina Nogueira Vasconcelos ganhou com a sua tese na Zootecnia com o tema “Clonagem dos genes dead end e vasa na espécie Colossoma macropomum”. Ela foi orientada pelo professor Danilo Pedro Sterit Jr. e coorientada por Goro Yoshizaki. A solenidade de entrega dos prêmios será em 12 de dezembro.
Menções honrosas
Além dos prêmios principais, a UFRGS recebeu ainda sete menções honrosas das teses dos seguintes pós-graduados: Guilherme Essvein de Almeida (Arquitetura), Josiane Gisela Franken Corrêa (Artes Cênicas), Rodrigo Meine (Música), Ingrid Domingos Pelisoli (Física), Diego Wander Santos da Silva (Comunicação), Laís Gomes Bergstein (Direito) e Cristiano Quaresma de Paula (Geografia)

Nenhum comentário:

Postar um comentário