Centro de Sismologia registra tremor de terra de 2.0 na escala Richter em Caxias

Teto de gesso de banheiro em residência caiu com o tremor. Foto: Uilson Correa
Os episódios de tremores de terra relatados por moradores de Caxias do Sul na noite desta segunda-feira (13) foram contabilizados por estações da Rede Sismográfica Brasileira (RSBR). Centros das universidades de São Paulo (USP) e Brasília (UnB) registraram às 21h07, horário local de verão, tremores de magnitude 2.0 e 2.1, respectivamente. Às 21h23, conforme monitoramento do Centro de Sismologia da USP, um novo tremor foi sentido, de 1.8 na escala Richter.

De acordo com o técnico em sismologia da universidade paulista, José Roberto Barbosa, essas vibrações são classificadas como sismos de características naturais, devido ao movimento das placas tectônicas. Ele enfatiza que a região de Caxias do Sul apresenta histórico de casos semelhantes, inclusive, de tremores mais significativos.

Sobretudo, entende que a calmaria do horário despertou a percepção dos moradores.

Esse tipo de fenômeno já foi registrado em outras ocasiões em Caxias do Sul, inicialmente na década de 1970, e depois nos anos de 2006, 2007 e 2008.

A população pode colaborar fazendo o relato do fato junto ao site ‘Sentiu Aí?’ do Centro de Sismologia da USP, responsável pelas estações sismográficas instaladas no Rio Grande do Sul. Esse tipo de comunicação é considerado importante nas pesquisas científicas, com objetivo de identificar a origem dos abalos. Departamento de Jornalismo

Comentários