Jogo virtual faz vítimas em Erechim

Os chamados jogos virtuais estão machucando e até tirando a vida de estudantes, a maioria adolescentes. Um caso chamou a atenção em Erechim. Oito alunos de uma escola da cidade se automutilaram em razão de um suposto desafio através das redes sociais conhecido como Momo.
Ela se chama Momo e sua aparência é aterrorizante: olhos esbugalhados e um sorriso sinistro. Sua imagem ficou famosa pelo WhatsApp, disseminada como um desafio virtual, mas especialistas advertem que pode ser algo muito mais sério do que uma simples distração online. O objetivo do desafio é fazer com que o adolescente converse com Momo. O que chama a atenção e denota golpe é que Momo sempre responde com mensagens violentas e que demonstram que ela tem acesso a informações pessoais da pessoa com quem conversa.
O jogo que começou no Mexico, se espalhou pelo mundo e chegou a Erechim. A Comissão Interna de Prevenção a Acidentes e Violência Escolar (Cipave), da 15ª Coordenadoria Regional de Educação, identificou um caso em uma escola da cidade. Oito adolescentes se automutilaram pressionados pelo desafio da Momo. Segundo a assessora da Cipave, Miriam de Grando,  o jogo seria semelhante ao já conhecido Baleia Azul. “Os adolescentes se automutilaram. Com uso de uma espécie de gilete tirada de apontadores de lápis os estudantes começaram a se cortar. E, nesta época por causa das roupas pesadas, é mais difícil identificar. Mas a escola tomou conhecimento e procurou imediatamente a Cipave. Reunimos os pais e toda comissão escolar e já damos o encaminhamento necessário”, explica. (Fonte: Atmosfera Online)

Comentários