População vai às ruas de Palmeira em apoio a paralisação dos caminhoneiros

Centenas de pessoas foram às ruas para reforçar o ato dos caminhoneiros na tarde desta sexta-feira (25) em Palmeira das Missões. A passeata teve início na praça Paulo Ardenghi, e seguiu pela Avenida Independência até o Pórtico Norte.

Por solicitação das entidades, boa parte do comércio foi fechado para que todos pudessem participar da mobilização. Em meio a palavras de ordem, bandeiras do Brasil e hino nacional, o que mais a população bradou foi pelo fim da corrupção e os aumentos abusivos nos combustíveis, além do apoio à manifestação do caminhoneiros, que chega hoje ao quinto dia.

Sobre um possível acordo acenado pelo Governo Federal na noite de ontem (24), o caminhoneiro representante da categoria Carlos Ribeiro foi enfático e disse que foi firmado o acordo entre alguns setores, mas que não representam os ideais de toda a categoria, e por isso vão continuar com o movimento de paralisação até que o Governo apresente uma solução justa e eficaz em torno dos impostos dos combustíveis.

Os caminhoneiros queimaram pneus no trevo entre a BR 468 e ERS 569, mas não há bloqueio. A Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Rodoviária Estadual estão no local.

O movimento foi uma iniciativa da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), junto com o Sindilojas, Sindicato Rural, Prefeitura Municipal, Câmara de Vereadores, UFSM, Acaip, Movimentos dos Pequenos Agricultores e contou com a participação de empresários, lojistas e colaboradores das lojas, além da população em geral. ( (Fonte: Tribuna da Produção/ Fotos:Pedro Niácome/Milton Taborda Júnior)








Comentários