Creluz

Traduzir Página

Vídeo You Tube

quinta-feira, 24 de maio de 2018

Município de Pinhal declara apoio a greve dos caminhoneiro

Ainda no final da tarde de terça-feira 22, o prefeito de Pinhal em exercício, Claudiomiro Antônio Pelisari, convocou um grupo de lideranças do Município, juntamente com o secretariado para ouvir líderes do movimento dos caminhoneiros e discutir ações de apoio a causa.

De forma unânime, os presentes defenderam que o Município deve apoiar a mobilização, afinal a alta nos preços dos combustíveis, principalmente no óleo diesel, atinge todos os setores da economia e por consequência todos os cidadãos.

Após o encontro, o presidente do Poder Legislativo e prefeito em exercício, Claudiomiro Antônio Pelisari, divulgou um comunicado oficial em nome da Administração Municipal apoiando a iniciativa dos caminhoneiros e anunciando que o Município paralisará suas atividades na sexta-feira dia 25, exceto o atendimento na área da saúde.

Pinhal foi o primeiro município da região a se manifestar oficialmente seguindo orientação da Associação dos Municípios da Zona da Produção (Amzop) e da Federação de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs). A posição oficial da Famurs foi divulgada na noite de quarta 23, já a Amzop havia enviado a imprensa uma nota oficial ainda pela manhã.

Confira na íntegra o comunicado oficial do Município de Pinhal

Comunicado Administração Municipal de Pinhal

A Administração Municipal Pinhal comunica a população em geral que na próxima sexta-feira, dia 25/05, não haverá expediente nos órgãos públicos, exceto, na Unidade Básica de Saúde.

As aulas serão canceladas no turno da manhã e tarde, não haverá transporte público escolar.

A coleta de lixo na área rural e na área urbana, realizada na última sexta-feira do mês, será realizada excepcionalmente nesta quinta-feira, dia 24/05, pela parte da tarde.

Tal paralização ocorre em virtude do manifesto dos caminhoneiros em busca da redução dos impostos incidentes nos combustíveis.

É importante destacar que este movimento luta em favor dos direitos de todos nós, pois com a paralização dos transportes as prateleiras dos supermercados

ficarão vazias, o comércio em geral, as indústrias serão prejudicadas, e assim todos nós seremos prejudicados.

A alta dos combustíveis impacta diretamente nos custos de transporte e de mecanização das atividades rurais, vocação da maioria dos municípios da nossa região, e desta forma o preço final dos alimentos também é elevado, além de outros impactos que refletem diretamente no bolso de todos nós brasileiros.

Vamos juntos aderir a este manifesto e lutar pelos nossos direitos.

Administração Municipal de Pinhal - Investindo e valorizando as pessoas. (Fonte: Edevaldo Stacke)

Nenhum comentário:

Postar um comentário