Creluz

Traduzir Página

Vídeo You Tube

segunda-feira, 21 de maio de 2018

Frederico Westphalen - Seminário Municipal contra o abuso sexual de crianças e adolescentes é realizado

Em alusão ao dia nacional de combate ao abuso sexual e exploração de crianças e adolescentes, a Administração Municipal, por meio da Secretaria de Assistência Social e Habitação, realizou na sexta-feira, 18, a primeira edição do Seminário Municipal Contra o Abuso Sexual de Crianças e Adolescentes.

O encontro foi realizado no auditório da Escola Estadual Cardeal Roncalli e contou com centenas de pessoas durante todo o dia. O evento foi dividido em dois momentos: pela manhã, o seminário foi voltado para o público jovem (crianças e adolescentes). Já na parte da tarde, os assuntos foram voltados para os profissionais da educação, assistência social e saúde, com a palestra realizada pelas professoras do curso de Psicologia da URI-FW, Eliane Cadoná, Cláudia Flores, Josieli Piovesan, além da mesa redonda envolvendo representantes do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), das Secretarias Municipais de Saúde, Educação, e Assistência Social e Habitação, do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (CEREST), 19ª Coordenadoria Regional de Saúde, Ministério Público, Poder Judiciário e Polícia Civil.

O prefeito José Alberto Panosso esteve presente durante a abertura oficial do evento, e ressaltou a importância da realização deste seminário. “Nós temos que ser os responsáveis por ajudar essas crianças e adolescentes, juntamente com a sociedade. Estamos sempre abertos para combater este tipo de mal que vem aumentando, e não à toa, a nossa administração por meio da Secretaria da Assistência Social, realizará este debate mais vezes no município”, afirmou o chefe do Executivo.

Durante o encontro, a profissional da área da psicologia, Eliane Cadoná, ressaltou que deve ser levado em consideração o processo de aprendizagem da criança e do adolescente. “As crianças e adolescentes devem ser vistas no contexto biopsicossocial. As questões de ordem cognitivas que envolvem o processo de aprendizagem da criança e do adolescente, estão em processo de formação, assim como qualquer outra pessoa. Mas neste momento, a criança e o adolescente, apreendem de forma diferente. Por isso, temos que cuidar o modo como essas crianças internalizam essas questões”, ressaltou. Além disso, foram pontuados assuntos como o abuso sexual ser multissetorial, a responsabilidade do adulto dizer “não”, aspectos que devem ser considerados no contexto de vulnerabilidade social, sinais que alguém apresenta ao sofrer algum tipo de abuso, entre outros. Todos os que estiveram presentes no evento receberam um certificado de participação.

As denúncias podem ser feitas anonimamente ou não, pelos telefones:

Disque Direitos Humanos: 100

Polícia Militar: 190

Polícia Civil: 197

Plantão do Conselho Tutelar: 9-9993-2310. (Fonte: Ascom)

Nenhum comentário:

Postar um comentário