Mega transformadores chegam a Subestação Pinhal Augusto Moro


Por volta das 15 horas e 30 minutos da tarde desta segunda-feira 11 de maio de 2020, chegaram ao complexo de obras da Subestação Pinhal Augusto Moro os dois mega transformadores responsáveis pela principal função do empreendimento; transformar a energia da alta tensão para a média tensão (de 138 para 23 kv) para esta ser distribuída para 17 municípios da área de atuação da Creluz.

Os dois transformadores juntos, somam uma potência de 50 Mega Volt Ampere (MVA). O complexo da subestação está com mais de 70% das obras concluídas em uma área de 1,5 hectare, localizada na Linha Pitol, próximo a cidade de Pinhal, no centro da carga da Cooperativa e será responsável por abastecer mais de 16 mil consumidores. Os municípios beneficiados são: Dois Irmãos das Missões, Erval Seco, Boa Vista das Missões, Jaboticaba, Cerro Grande, Lajeado do Bugre, Sagrada Família, São Pedro das Missões, Novo Tiradentes, Pinhal, Rodeio Bonito, Seberi, Liberato Salzano, Cristal do Sul, Palmeira das Missões, Frederico Westphalen e Ametista do Sul.

Este é o maior investimento da história do Grupo Creluz em um projeto de distribuição de energia e significa na pratica mais robustez e confiabilidade ao sistema, conforme destaca o presidente da Cooperativa, Elemar Battisti. “Estamos nos preparando para suprir a demanda de energia na região pelos próximos 20 anos, atendendo com tranquilidade e segurança o crescimento de atividades como suinocultura, tambo de leite, avicultura, garimpos, indústrias entre outros”.

Na atualidade a subestação Pinhal Augusto Moro é uma das maiores do interior do Estado do Rio Grande do Sul, sendo totalmente preparada para o comando a distância, via telecomando com câmeras de monitoramento e sensores de última geração.(Edevaldo Stcake/Ascom Creluz)

Comentários